FUNDAMENTAÇÃO INTRODUTÓRIA:

 

Inicialmente, o ser humano viveu o rito

 

Com o seu meio ambiente ainda coberto de muito gelo, o homem primitivo dependia exclusivamente da “rotina” da natureza e precisava realizar todo um cerimonial para sobreviver. Enfim, o ser humano, “como ser, fluía no meio ambiente sem se ater a uma reflexão transformadora sobre sua posição no e do mundo” (Ramos, M.B.B. O Homem Além do Homem, Mauad: 2001, p.20).

 

Aos ritos, somaram-se os mitos.

 

O mito neste contexto expressa uma representação coletiva, que chegou até nós através de várias gerações. O mito rememora, o rito comemora.

 

Não sendo uma atividade religiosa, a religião, neste contexto, se apresentaria numa ação de ligar, não tendo a concepção de uma instituição ou de algum dogma mas, sim, de uma ligação com o conjunto das atitudes e atos, que nos remeteria ao divino, reatualizando e ritualizando o mito.

 

Assim, além do ritual cerimonial foram acrescidas explicações através de um pensamento não lógico científico e sem correspondência à realidade objetiva.

 

Nos dias de hoje, a mitologia tornou-se objeto de estudo de uma elite intelectual, e esta seria uma das barreiras que estamos nos propomos a vencer, ao tentar levar aos leigos os ensinamentos da mitologia, lembrando que os mitos fazem parte da criação humana de uma época em que se vivia à margem do conhecimento científico, da escrita, etc. 

 

Por fim, é importante esclarecer que além da mitologia Grega e Romana, existe a mitologia Nórdica, Suméria, Egípcia, Africana, Asteca, Indígena Brasileira, Oriental e outras, também, de grande valor para apontar a forma como a humanidade, um dia, explicou o universo e a criação do mundo e, ainda, vem explicando através de seus arquétipos.

 

 

 

Virginia Lopes Sampaio

Nova Friburgo - Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caixa de texto:  
ATIVIDADES

 

Mitologia e Ritos/NF/RJ

Coordenação Virginia Lopes Sampaio

Caixa de texto:  
 
sitioremanso.multiply.com
Caixa de texto:  
LINKS
Caixa de texto:  
 
teiadethea.org